A Via Oceânica
Serviços Via Oceânica | Alojamento de Páginas - Web Design - WEBMAIL - Portfólio
Entretenimento | Fórum - Anedotas
Utilidades | Agenda - Bolsa de Emprego - Classificados
pesquisa
Directório Açores Mundial Shopping
Sexta - Feira, 20 de Outubro de 2017
Canal Notícias Ilha
Passaporte Via Oceânica
Utilizador:

Senha:


Novo Passaporte Ajuda

Actualidade
Agricultura
Ambiente
Arte
Automobilismo
Comunidades
Cultura
Desporto
Economia
Educação
Empreendedorismo
Entrevista
Exposições
Finanças
Fotografia
Lazer
Mercados
Música
Negócios
Noticias TV
Opinião
Pescas
Política
Religião
Sanjoaninas
Saúde
Tecnologias
Turismo
UNICEF
Solidariedade
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

Comunidades


ALMOÇO PARA 300 PESSOAS - Presidente do Governo homenageia imigrantes

O presidente do Governo Regional ofereceu ontem, na ilha de São Miguel, um almoço de Ano Novo à comunidade de imigrantes a residir nos Açores, uma iniciativa inédita que reuniu à mesa cerca de 300 pessoas.

Foto: GACS/a União

Para Carlos César, a presença crescente de imigrantes no arquipélago "é sinal de que os Açores estão a crescer economicamente" e de que "vale a pena" viver nas ilhas.

"Os Açores são uma terra de convivência e pluralidade", afirmou o chefe do Executivo Regional, ao acrescentar que o almoço serve para dizer: "Consideramos açorianos todos os que trabalham nos Açores e pelos Açores".
Dados da direcção regional das Comunidades indicam que residem no arquipélago cerca de oito mil imigrantes de 70 nacionalidades, a maioria em São Miguel.

Após 50 anos a viver em São Miguel, Djuta Bem David, natural de Cabo Verde, confessou à agência Lusa sentir-se honrada com esta iniciativa, considerando tratar-se de "um justo reconhecimento" a todos os imigrantes que escolheram viver na região.
"É realmente uma maravilha terem-se lembrado de nos homenagear", frisou a imigrante de 77 anos, uma das primeiras a ir morar para os Açores, após o marido ter sido contratado para treinar a equipa de futebol do Santa Clara.

Segundo disse, a integração e a adaptação à sociedade micaelense foi fácil, apesar de ser um povo muito fechado, mas que tem aprendido a conviver com quem chega de fora.
Para o presidente da Associação de Imigrantes dos Palop nos Açores (AIPA), o gesto de Carlos César, mais do que uma "mera cortesia", vem demonstrar que a sociedade açoriana é cada vez mais multicultural.
"Este almoço demonstra que os imigrantes são cada vez mais tidos em conta a par dos açorianos na construção da região", afirmou à Lusa Paulo Mendes.

A AIPA ofereceu ao presidente do Governo açoriano uma pintura de um imigrante americano a residir nos Açores há mais de 20 anos e que representa um barco e o mar como símbolo da partida e chegada de pessoas às ilhas.

Ano de paz
e segurança

Entretanto, o presidente do Governo Regional dos Açores manifestou, sábado à noite, em Ponta Delgada, a sua esperança e desejo de que 2007 seja um ano com paz, segurança,
tranquilidade e progresso em todo o Mundo.

Dirigindo-se aos convidados presentes na Recepção de Ano Novo que ofereceu no Palácio da Conceição, Carlos César, destacou, por outro lado a amizade de Portugal, e dos Açores em particular, com os países representados pelo Corpo Consular de Ponta Delgada.
O chefe do executivo teve palavras especiais para Jean Elizabeth Manes, Cônsul dos Estados Unidos, entidade que, por tradição, se dirige ao presidente do Governo em representação dos demais cônsules, destacando os estreitos laços existentes entre a Região e aquele país da América do Norte.

Para Carlos César há "uma cumplicidade natural" entre os Açores e os Estados Unidos, motivada também pela "nossa qualidade de região atlântica, inculcada numa relação simbiótica entre a cultura europeia e a cultura americana que nos faz amigos naturais pela proximidade geográfica, mas também pela afectividade resultante dos fluxos de emigração".
Carlos César frisou, ainda, a comunhão de objectivos entre Portugal e os Estados Unidos relativamente à defesa da liberdade, do estado de direito e da segurança no Mundo.

"Com os mesmos ou diferentes caminhos, a verdade é que os Estados Unidos, Portugal e os Açores pugnam por objectivos que se exercem e se desenvolvem na mesma direcção", disse.

Na Recepção de Ano Novo oferecida pelo presidente do Governo estiveram presentes, para além do Corpo Consular de Ponta Delgada, as principais autoridades civis e militares da Região, nomeadamente o representante da República, o presidente da Assembleia Legislativa, o juiz conselheiro da Secção Regional do Tribunal de Contas, o líder da Oposição, os membros do executivo, o comandante operacional dos Açores, os presidentes das câmaras municipais, deputados e dirigentes empresariais, associativos e das ordens profissionais.

08/01/2007 - 14:22

Fonte: A União (http://www.auniao.com)

Voltar a Comunidades | Enviar a um amigo | Imprimir

Multimédia
Rádio Lumena

Actualidade regional e local da ilha São Jorge.
Segunda-Feira
Terça-Feira
Quarta-Feira
Quinta-Feira
Sexta-Feira

Rádio Ponte

Noticiários Diários

Rádio Graciosa

Actualidade regional e local da ilha Graciosa.
Segunda-Feira
Terça-Feira
Quarta-Feira
Quinta-Feira
Sexta-Feira
Sábado
Domingo


Shopping

SadSam Honey com Bebe

A cadelinha da moda com o bebé sentado, 34 cm...

Apenas €47,50
Detalhes

...

Apenas €0,00
Detalhes

Motivos de Natal

Faça a diferença com estes cartões de Natal de formato original, grafismo simples alusivo à época so...

Apenas €6,81
Detalhes

O Portal Azores Global é um serviço Via Oceanica, Lda.

Contactos - Ajuda - Adicionar aos Favoritos - Colocar como HomePage

Email de Contacto: webmaster@viaoceanica.com
Copyright © Via Oceânica, Lda. 1998 - 2002