A Via Oceânica
Serviços Via Oceânica | Alojamento de Páginas - Web Design - WEBMAIL - Portfólio
Entretenimento | Fórum - Anedotas
Utilidades | Agenda - Bolsa de Emprego - Classificados
pesquisa
Directório Açores Mundial Shopping
Segunda - Feira, 11 de Dezembro de 2017
Canal Notícias Ilha
Passaporte Via Oceânica
Utilizador:

Senha:


Novo Passaporte Ajuda

Actualidade
Agricultura
Ambiente
Arte
Automobilismo
Comunidades
Cultura
Desporto
Economia
Educação
Empreendedorismo
Entrevista
Exposições
Finanças
Fotografia
Lazer
Mercados
Música
Negócios
Noticias TV
Opinião
Pescas
Política
Religião
Sanjoaninas
Saúde
Tecnologias
Turismo
UNICEF
Solidariedade
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

Comunidades


Directora Regional visita comunidades de descendentes de açorianos no Havai

Uma visita à ilha de Hilo, onde teve um encontro com a comunidade de origem portuguesa naquela ilha do Havai, marcou o início de uma deslocação de quatro dias da directora regional das Comunidades ao arquipélago do oceano Pacífico que é o 50º Estado norte-americano.

Num lanche realizado num centro de terceira idade da ilha grande, como também é conhecida Hilo, pelo Clube Cultural Português, Alzira Silva teve oportunidade de conviver com duas dezenas de descendentes de portugueses, na esmagadora maioria, de açorianos, e de falar da actualidade açoriana.

A directora regional manifestou, também, o seu apreço, tal como já o fizera na Califórnia, pelo trabalho voluntário e empenhado de muitos açorianos das comunidades e açor-descentes, no sentido de manter viva a cultura da terra de origem em terras tão distantes.

A maioria dos descendentes dos emigrantes açorianos que foram para o Havai são já de terceira e quarta gerações, mas quase todos têm referências claras sobre o local de origem e o nome de família das gerações anteriores.

Alzira Silva visitou, depois, a ilha da Maui, onde existem várias associações dedicadas à preservação da herança açoriana e portuguesa, na ilha e no arquipélago.

A presidente da Câmara, Charmine Tavares, bem como três membros da vereação, nomeadamente Bill Medeiros, Gladys Coelho Baisa e Michael Vitorino, é de origem açoriana, presentes os quatro num almoço organizado pela presidente do Clube Português de Cultura, Audrey Rocha Reed, com o apoio de outras associações.

Outrora conhecida pelas enormes explorações de cana do açúcar, actividade que ainda subsiste, em menor escala, e explorações leiteiras, muitas delas pertença de açorianos, a ilha vira-se hoje para a produção em massa de ananás (ao ar livre), fruto que é reconhecido como um dos melhores do mercado. No entanto, é o turismo a grande actividade económica, factor comum à totalidade do arquipélago.

De realçar que as organizações da comunidade vão dispor de um “Heritage Hall”, edifício a construir brevemente e que albergará, também, o “Heritage Hall” da comunidade de Porto Rico.

Alzira Silva visitou, na ilha, a Igreja do Espírito Santo de Kula, um interessante e único edifício religioso octagonal, construído por portugueses, com conta com um altar-mor e com as 14 estações da Via Sacra de valor incalculável, mandados fazer expressamente na Áustria para aquele templo.

Já na ilha de Oahu, nomeadamente na capital do Estado, Honolulu, numa visita guiada pelo cônsul honorário de Portugal no Havai, John Henry Félix, Alzira Silva visitou a área onde os portugueses se fixaram primeiramente na cidade (Punchbowl), sobranceira ao centro de Honolulu e onde ainda existe, activa, uma igreja devotada ao Espírito Santo e à Santíssima Trindade.

A Irmandade da Santíssima Trindade foi fundada em 1891 e a igreja da associação construída pouco mais de duas décadas depois. Anualmente, a Sociedade do Espírito Santo, apoiada por outras instituições de luso-descendentes, organiza a sua festa maior, a par de outras ao longo do ano.

Foi nesse recinto que se realizou uma recepção-convívio, em honra de Alzira Silva, com a presença de descendentes de açorianos e de membros de organizações como a Sociedade Genealógica Portuguesa do Havai, a Irmandade do Espírito Santo de Punchbowl, o Conselho da Juventude, a associação Nova Esperança, a Câmara de Comércio Portuguesa e o Conselho Havaiano da Herança Portuguesa.

Falando na ocasião, Alzira Silva manifestou o apreço do Governo dos Açores pelo trabalho de preservação das raízes no Havai, tanto mais que são pouquíssimas as pessoas que ainda falam Português.

Uma boa notícia revelada na altura é que a Universidade do Havai tem aberto um curso de Português, que conta com 50 alunos.

A emigração massiva de portugueses para o Havai iniciou-se em 1878, com achegada de 120 homens, mulheres e crianças, a bordo do navio Priscilla. Entre essa data e 1923, 29 navios transportaram para o Havai mais de 20 mil portugueses, a esmagadora maioria dos Açores.

A viagem, que implicava a dobragem do Cabo Horn, no extremo da América do Sul, demorava cinco meses a percorrer as 15 mil milhas de distância.

Medeiros, Silva, Tavares, Gonçalves, Vieira, Pereira, Parreira, Carreiro, Rego, Rocha, Félix, Correia, Benevides, Santos, são nomes comuns nos Açores que estão entre os mais de três mil que subsistem, às vezes com pequenas alterações, na população actual do Havai, segundo garante a Sociedade Genealógica Portuguesa local.



24/10/2007 - 21:53

Fonte: Jornal Diário (http://www.jornaldiario.com)

Voltar a Comunidades | Enviar a um amigo | Imprimir

Multimédia
Rádio Lumena

Actualidade regional e local da ilha São Jorge.
Segunda-Feira
Terça-Feira
Quarta-Feira
Quinta-Feira
Sexta-Feira

Rádio Ponte

Noticiários Diários

Rádio Graciosa

Actualidade regional e local da ilha Graciosa.
Segunda-Feira
Terça-Feira
Quarta-Feira
Quinta-Feira
Sexta-Feira
Sábado
Domingo


Shopping

...

Apenas €0,00
Detalhes

Camisa Clube

Camisa Branca de manga curta ...

Apenas €7,50
Detalhes

O Livro de São Rafael

...

Apenas €10,00
Detalhes

O Portal Azores Global é um serviço Via Oceanica, Lda.

Contactos - Ajuda - Adicionar aos Favoritos - Colocar como HomePage

Email de Contacto: webmaster@viaoceanica.com
Copyright © Via Oceânica, Lda. 1998 - 2002