A Via Oceânica
Serviços Via Oceânica | Alojamento de Páginas - Web Design - WEBMAIL - Portfólio
Entretenimento | Fórum - Anedotas
Utilidades | Agenda - Bolsa de Emprego - Classificados
pesquisa
Directório Açores Mundial Shopping
, 23 de Maio de 2017
Canal Notícias Ilha
Passaporte Via Oceânica
Utilizador:

Senha:


Novo Passaporte Ajuda

Actualidade
Agricultura
Ambiente
Arte
Automobilismo
Comunidades
Cultura
Desporto
Economia
Educação
Empreendedorismo
Entrevista
Exposições
Finanças
Fotografia
Lazer
Mercados
Música
Negócios
Noticias TV
Opinião
Pescas
Política
Religião
Sanjoaninas
Saúde
Tecnologias
Turismo
UNICEF
Solidariedade
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

UNICEF


UNICEF: Cheias no Paquistão põem a descoberto uma situação nutricional preocupante

ISLAMABAD/GENEBRA/NOVA IORQUE, 27 de Janeiro de 2011 – Seis meses após as cheias que atingiram o Paquistão, a UNICEF e os seus parceiros enfrentam outro enorme desafio – fazer frente aos níveis críticos de má nutrição entre as crianças afectadas pelas cheias.

Esta informação resulta de um estudo recente divulgado hoje pelo Departamento de Saúde de Sindh, que revela uma taxa de má nutrição aguda de 23.1% em crianças com idades entre os 6-59 meses em áreas afectadas pelas cheias no norte, e de 21.2% no sul daquela província.

Esta taxa está muito acima dos 15% fixados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o limiar para desencadear uma resposta humanitária. Por outro lado, os dados relativos à região norte de Sindh revelam uma taxa de Má nutrição Aguda Severa de 6.1. O governo da província estima que cerca de 90.000 crianças entre os 6-59 meses estejam mal nutridas.

“A UNICEF está extremamente preocupada com estas conclusões e está a trabalhar com as autoridades governamentais ao nível federal e provincial para atender a estas crianças. As cheias de 2010 podem ter posto a descoberto a face oculta da má nutrição infantil no Paquistão, porém encaramos esta situação como uma oportunidade para alargar uma resposta sustentada que irá beneficiar as crianças a curto e longo prazo. A UNICEF comprometeu-se a trabalhar com os seus parceiros para assegurar que as necessidades sejam satisfeitas” disse Pascal Villeneuve, Representante Interino da UNICEF no Paquistão.

“À medida a atenção para com a emergência se vai desvanecendo, há o perigo das pessoas esquecerem que as crianças do Paquistão ainda precisam de muita ajuda internacional. As crianças debatem-se agora com a necessidade de reconstruírem as suas vidas e casas com as suas famílias, o que significa que muitas irão trabalhar em vez de frequentar a escola. Estes meses com pouca comida, afectaram a sua saúde e resistência contra doenças” declarou Villeneuve.

O Inquérito sobre Nutrição nas Zonas Inundadas, levado a cabo em quatro províncias afectadas pelas cheias, Sindh, Punjab, Khyber Pakhtunkhwa e Baluchistan, teve como objectivo fornecer informação actualizada sobre o estado nutricional das crianças com idades entre os 6-59 meses nas comunidades afectadas. Os resultados serão dados a conhecer em breve pelo Governo do Punjab.

A fim de responder a esta situação, a UNICEF e outros parceiros no domínio da nutrição estão a trabalhar com o governo de Sindh para levar a cabo um plano de resposta consistente. Este centrar-se-á no controlo e prevenção da má nutrição aguda ao longo de um período de 18 meses.

A UNICEF lidera o grupo sectorial de nutrição e fornece suplementos nutritivos, orientação técnica e formação. Apoia ainda programas de nutrição destinados a crianças e mulheres mal nutridas.

Seis meses após as devastadoras cheias de 2010, a UNICEF continua a dar resposta às necessidades urgentes das pessoas afectadas, a maioria das quais regressaram às suas casas e comunidades que, na maior parte dos casos, encontraram totalmente destruídas.

A queda das temperaturas durante o inverno tem tornado a vida das famílias que vivem nos campos e em casas danificadas ainda mais difícil, e dificultado o regresso às zonas do norte. A resposta da UNICEF continua a adaptar-se à evolução das necessidades das populações afectadas pelas cheias.

Desde o início da catástrofe, a UNICEF tem estado a fornecer água potável a 3.5 milhões de pessoas por dia, um número sem precedentes e instalações sanitárias a 1.9 milhões de pessoas.

A UNICEF tem trabalhado com os seus parceiros de terreno para imunizar mais de 9 milhões de crianças contra o sarampo e a poliomielite e fornecer suplementos de Vitamina A a 8.5 milhões de crianças. Cerca de 120.000 mulheres e crianças mal nutridas participaram também em vários programas de alimentação.

No domínio da educação, 180.000 crianças têm beneficiado Centros de Aprendizagem Temporários. Foram também criados 700 Espaços Amigos das Crianças para 200.000 crianças

A UNICEF também lidera os grupos sectoriais de nutrição, água, educação e protecção infantil a fim de assegurar uma boa coordenação de intervenções que salvam vidas, fazer face aos problemas, maximizar os recursos e partilhar informação estratégica.

Até ao momento, em resposta ao apelo no montante global de 251 milhões de dólares, a UNICEF recebeu 198 milhões.

Acerca da UNICEF
A UNICEF está no terreno em mais de 150 países e territórios para ajudar as crianças a sobreviver e a desenvolver-se, desde os primeiros anos de vida e ao longo da adolescência. A UNICEF, que é o maior fornecedor de vacinas nos países em desenvolvimento, apoia a saúde e nutrição infantil, o acesso a água potável e saneamento, uma educação básica de qualidade para todos, rapazes e raparigas, e a protecção das crianças contra a violência, a exploração e a SIDA. A UNICEF é inteiramente financiada por contribuições voluntárias de particulares, empresas, fundações e governos.



31/01/2011 - 01:19

Fonte: Redacção (http://www.viaoceanica.com)

Voltar a UNICEF | Enviar a um amigo | Imprimir

Multimédia
Rádio Lumena

Actualidade regional e local da ilha São Jorge.
Segunda-Feira
Terça-Feira
Quarta-Feira
Quinta-Feira
Sexta-Feira

Rádio Ponte

Noticiários Diários

Rádio Graciosa

Actualidade regional e local da ilha Graciosa.
Segunda-Feira
Terça-Feira
Quarta-Feira
Quinta-Feira
Sexta-Feira
Sábado
Domingo


Shopping

Primeiro livro de Joel Neto: romance, editorial Presença, 1ª edição Outubro 2000...

Apenas €10,00
Detalhes

...

Apenas €0,00
Detalhes

Boletins

Publicação do IHIT. ...

Apenas €15,00
Detalhes

O Portal Azores Global é um serviço Via Oceanica, Lda.

Contactos - Ajuda - Adicionar aos Favoritos - Colocar como HomePage

Email de Contacto: webmaster@viaoceanica.com
Copyright © Via Oceânica, Lda. 1998 - 2002