Notas sobre o Carnaval

Voltar à primeira página                   

Sobre as Danças do Entrudo da ilha Terceira:

Sobre as Danças do Entrudo da ilha Terceira:

"É este Teatro Popular, portanto, que aqui me traz. É deste "teatro do povo e para o Povo" que agora falo.o, que aqui me traz. É deste "teatro do povo e para o Povo" que agora falo.

Teatro popular que se caracteriza por uma realização mental, formal e vocabular facilmente recebida e entendida pelas camadas populares para as quais foi feito, teatro que sobrepõe a diversão à erudição, mais empírico que técnico: um teatro pensado, realizado e aplaudido (ou pateado) por populares. Um teatro que, embora ao longo dos séculos tenha assumido as mais variadas formas, manteve um denominador comum: a sua aspereza. Porque é um teatro que recusa estagnação, um teatro que vive do barulho, do próprio cheiro.

Um teatro que corre as praças e os caminhos, um teatro vivo, sem necessidade de postiços, de adereços, sem precisar de cenários e telões.

Um teatro sem aquilo que chamamos estilo, visto que não selecciona nem escolhe. Aquilo que estiver mais próximo, à mão, fará brilhantemente o seu papel: uma lata batida com um pedaço de pau pode ser o som de uma batalha e farinha de trigo na cara pode substituir, e com vantagem, a mais sofisticada caracterização."

-As Danças de Entrudo - uma Festa do Povo, Teatro

Popular da ilha Terceira, Iº volume. Pág. 19.

Edição da DRAC. Angra do Heroísmo, 1999.

"...o maior "festival" de teatro popular de língua Portuguesa que se faz em todo o Mundo..."

-As Danças do Entrudo - uma Festa do Povo, Teatro

Popular da ilha Terceira, Iº volume. Pág. 18.

Edição da DRAC. Angra do Heroísmo, 1999.